saúde

Câncer de Próstata: Onde tem informação não sobra espaço para o medo.

O mês da luta contra o câncer de próstata começou e o Via Saúde está pronto para erguer mais uma vez a bandeira da conscientização e do cuidado pelo bem-estar da saúde do homem.

Durante o Novembro Azul da Via Varejo, a cada semana abordaremos um assunto de interesse sobre tudo o que diz respeito a essa doença, incluindo rastreamento, diagnóstico, prevenção e tratamento.

Embora esse assunto seja diretamente ligado ao universo masculino, toda a sociedade deve abraçar essa causa, pois todos podemos apoiar, nos mobilizar e ajudar a divulgar a informação.

Para enfrentar, é preciso conhecer.

A próstata é uma glândula existente exclusivamente no homem, que se localiza na parte inferior da região do abdômen, logo abaixo da bexiga. Ela é responsável pela produção de parte do sêmen e dos espermatozoides, tendo uma função-chave para a reprodução humana.

Assim como outros tipos de carcinoma, o câncer de próstata ocorre com o desenvolvimento e a multiplicação anormal das células desse órgão.

O câncer costuma ser uma doença silenciosa, por isso, é muito importante estar atento. O câncer de próstata é o câncer mais comum entre os homens. A maioria dos casos ocorre a partir dos 65 anos; contudo, outros fatores, como histórico familiar, raça e hábitos de vida – como você verá em detalhe ao longo de nossas matérias –, também devem ser observados. O cuidado regular da saúde e a orientação médica são os maiores aliados do homem.

Afinal, do que se trata o rastreamento do câncer de próstata?

A partir dos 50 anos, ou 45 anos para aqueles que tenham caso da doença na família, os homens devem consultar o urologista para avaliar a saúde e realizar os primeiros exames preventivos.

O câncer em sua fase inicial é imperceptível. Não provoca sintomas, não causa dor. Para que a doença não seja detectada apenas no estágio avançado, o que dificulta o tratamento e coloca em risco a vida do paciente, é que existe o rastreamento.

O rastreamento do câncer de próstata engloba uma série de avaliações, indicando que algum tipo de anomalia está acontecendo na próstata. O PSA do sangue alterado pode indicar:

• Infecção da próstata – prostatite

• Hiperplasia benigna – aumento do tamanho da próstata

• Tumor maligno

• Outras condições menos comuns

O exame de PSA é um teste de sangue simples. Ele serve de apoio para a detecção de qualquer anomalia, incluindo o câncer. Contudo, ao fazer o teste, é preciso ter a consciência de que um resultado alterado não significa que o homem corre risco. Ele é um teste de apoio, que pode ajudar no diagnóstico precoce. Sua indicação deve ser avaliada pelo médico.

Toque retal

O exame de toque é muito importante para avaliar se existe qualquer anomalia na próstata e identificar quaisquer sinais de câncer. É um exame rápido, seguro e simples.

Ao detectar qualquer tipo de anomalia, seja no exame físico ou laboratorial, o paciente será encaminhado para outros exames mais detalhados.

O câncer de próstata é um assunto que deve ser tratado de forma séria, tranquila e confiante. A informação e a consciência do seu próprio corpo ajudam muito no cuidado com o seu bem-estar físico e emocional.

Faça consultas regulares para acompanhar a sua saúde e sempre busque um profissional capacitado para realizar uma avaliação individualizada.

O Novembro Azul Via Varejo está apenas começando. Na próxima matéria, traremos um conteúdo muito interessante sobre diagnóstico do câncer de próstata. Esperamos por você e lembre-se: compartilhar informação também faz bem para a saúde!

ginástica laboral

Quem deve praticar Ginástica Laboral?

A ginástica laboral é recomendada para aqueles indivíduos que, por exemplo, trabalham com:

  • Atividades que acarretam postura inadequada
  • Atividades que exigem esforço físico
  • Atividades que exigem esforço mental
  • Atividades com movimentos repetitivos
  • Atividades que exigem a movimentação e manipulação de cargas
  • Atividades com pouca movimentação/monótonas

A má postura associada a esforços físicos e musculares podem apresentar sérias consequências para a segurança e saúde dos trabalhadores.

Podem aparecer inflamações nas articulações, tendinites, dores musculares e diversas outras lesões osteomusculares.

A movimentação e a manipulação de cargas (deslocamento, transporte, levantamento), são atividades que ocasionam diversos problemas de coluna.

Cerca de 3 milhões de pessoas no Brasil já tiveram LER (Lesões por Esforços Repetitivos) e DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho) – IBGE, 2014. Mais de 20 milhões de pessoas possuem problemas crônicos na coluna – Pesquisa Nacional de Saúde. A ginástica laboral pode evitar os problemas supracitados, além de reduzir o estresse no ambiente de trabalho.

A importância da ginástica laboral no ambiente de trabalho

A prática vem para proporcionar muito mais que apenas um momento de relaxamento aos funcionários. 

A ginástica laboral é uma das grandes aliadas no combate à má postura corporal e a fadiga originada por esforços excessivos ou repetitivos no ambiente de trabalho.

O trabalho ininterrupto gera diversas consequências físicas ao empregado. Assim, para manter um bom ambiente de trabalho e reduzir o número de afastamento por problemas de saúde, as empresas podem proporcionar momentos de relaxamento e atividade físicas aos funcionários, através da Ginástica Laboral. Trata-se de uma série de exercícios praticados no local de trabalho, com o objetivo de proporcionar boas condições físicas e mentais à equipe.

O simples ato de participar das atividades propostas pela ginástica laboral diminuem drasticamente as chances de desenvolver as doenças mais comuns em ambientes de trabalho que são a LER (lesão por esforço repetitivo) e a DORT (distúrbio osteomuscular relacionado ao trabalho).

 

Washington Ribeiro
Ms. Fisiopatologia e Fisiologia – CREF. 0001918 – G/SP

saúde

Mais informação, mais esperança contra o câncer de mama

Todos os dias, o Via Saúde está dedicado a fazer chegar até você informações, dicas e orientações que promovam uma vida com mais saúde, equilíbrio e qualidade, tanto para o seu corpo quanto para a sua mente.

Em apoio ao Outubro Rosa, este mês reservamos nosso espaço a um dos temas mais importantes para a saúde da mulher, o câncer de mama. Nesta matéria, vamos abordar aspectos gerais da doença, o que é e como o câncer se desenvolve, além de algumas estatísticas relevantes.

ENTENDENDO O CÂNCER

 Câncer é o nome atribuído a um conjunto de doenças que se caracterizam pelo crescimento celular anormal. As células se multiplicam de forma desordenada, ocasionando a formação de tumores que comprometem um determinado tecido ou órgão.

Os tumores se classificam em malignos, que crescem de forma agressiva e, em fase de metástase, podem se espalhar para outras regiões do corpo; e tumores benignos, que raramente causam risco de vida e são descritos como uma massa localizada de células que se multiplicam vagarosamente e se assemelham ao tecido original.

O câncer de mama é provocado pelo desenvolvimento irregular das células da mama, produzindo caroços, vermelhidão, nódulos nas axilas e alterações na forma dos mamilos e mamas. Lembrando que, embora raro, esse tipo de câncer também pode acometer os homens.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o câncer de mama é a segunda principal causa de morte entre as mulheres, em sua maioria com menos de 65 anos.

Estima-se que só este ano, o câncer de mama acometeu em todo o mundo mais de 2 milhões de mulheres. Mais de 600 mil foram vítimas fatais.

Conscientização, e diagnóstico e tratamento precoces podem salvar vidas.

PRINCIPAIS CAUSAS

 O câncer de mama, assim como os demais tipos, é resultado da interação entre fatores genéticos e agentes externos. Para que você entenda a diferença, aqui estão alguns exemplos:

Fatores Genéticos 

  • Envelhecimento

Agentes Externos 

  • Agentes cancerígenos físicos, como radiação ultravioleta e ionizante
  • Substâncias químicas cancerígenas, como o amianto, componente do fumo, aflatoxina e arsênico
  • Agentes cancerígenos biológicos, como infecções por certos vírus, bactérias ou parasitas

HÁBITOS DE VIDA E O RISCO DO CÂNCER DE MAMA

 Nossas atitudes diárias interferem diretamente no equilíbrio e bem-estar do nosso corpo. Entre os principais hábitos que prejudicam a saúde e podem aumentar os riscos de câncer de mama e útero na mulher, estão:

  • Consumo excessivo de álcool
  • Tabagismo
  • Sedentarismo
  • Obesidade
  • Maus hábitos alimentares
  • Consumo de medicamentos
  • Infecções por HPV, hepatite B e hepatite C

DOENÇA SILENCIOSA

Por não provocar dor ou manifestar sintomas alarmantes em sua fase inicial, o câncer pode muitas vezes ser descoberto tardiamente. À medida que o tumor se desenvolve, pode dar indícios de sua presença gerando certo desconforto. Entre os principais sintomas, o câncer de mama pode provocar:

  • Calor, inchaço, vermelhidão, escamação ou dor na mama
  • Sensibilidade no mamilo, secreção ou inversão dele para dentro da mama
  • Alteração no tamanho ou formato, enrugamento ou endurecimento da mama
  • Nódulos ou espessamento na mama ou nas axilas

Conhecer seu próprio corpo, fazer exames regulares e levar um estilo de vida saudável é fundamental na prevenção do câncer de mama e de todas as doenças.

ginástica laboral

A Importância da Ginástica Laboral nas Empresas

Entendendo a importância da Ginástica Laboral nas empresas:

Em uma entrevista para a revista Exame, o CEO da Advance Medical no Brasil, Caio Soares atribui o resultado aos baixos investimentos em ergonomia no ambiente de trabalho.


A falta de atividades físicas
também surge como um agravante desta situação, sendo que muitos problemas poderiam ser evitados e tratados com ginástica laboral,  exercícios físicos em uma academia e ou fisioterapia.

Outra pesquisa, desta vez realizada pela operadora de saúde Omint, no primeiro semestre de 2014, mapeou como estava a saúde de cerca de 20 mil executivos e listou as vinte doenças mais comuns no mundo corporativo.

Confira quais foram as 20 doenças mais citadas pelos executivos na pesquisa realizada pela Omint e ações preventivas como ginástica laboral em **destaque**

 

Doenças

Percentual dos executivos

1

Rinite

30,60%

2

Alergias de pele

20,62%

3

** Ansiedade**

18,66%

4

** Excesso de peso**

18,07%

5

** Dor de cabeça frequente**

17,74%

6

** Dor no pescoço ou ombros**

16,37%

7

Problemas de visão

15,19%

8

Asma/Bronquite

13,08%

9

Insônia

10,00%

10

Pressão alta

8,28%

11

** Dor nos braços/mãos**

8,13%

12

** Dor crônica nas costas**

7,76%

13

** Depressão**

6,76%

14

Tireoide

4,00%

15

Gastrite crônica

3,51%

16

Diabetes

1,92%

17

Úlcera

1,50%

18

Audição

1,40%

19

Artrose ou artrite

1,00%

20

Osteoporose

0,20%

 

A ginástica laboral se baseia em duas atividades: preventivas e corretivas. As duas são muito importantes para evitar lesões e cuidar da saúde do trabalhador.

    • Preventivo:busca evitar que ocorram problemas de saúde decorrentes das atividades realizadas. Trabalha com exercícios aeróbicos e anaeróbicos, que visam melhorar a resistência cardiovascular e respiratória.
  • Corretivo:o foco é na otimização da ergonomia do trabalho, atuando nos efeitos negativos das atividades realizadas.

 

05 (cinco) Benefícios da ginástica laboral:

 

  • Aumento da produtividade: Uma pesquisa realizada em 2015 pelo Manpower Group, empresa de consultoria organizacional, mostrou que companhias que possuem programas de bem-estar e saúde são avaliadas como mais produtivas e mais propensas a serem identificadas como estimuladoras de inovação e criatividade.

 

  • Diminuição dos acidentes: Um dos principais efeitos da ginástica laboral é no aumento da atenção e de estímulo ao sistema neuromotor. Isso diminui acidentes causados por desequilíbrio, concentração de cargas e esforço repetitivo.

 

  • Redução do absenteísmo: Como citado anteriormente, a ginástica laboral tem função preventiva e corretiva, o que reduz as lesões dos trabalhadores. Além disso, as atividades físicas constantes melhoram a resistência cardiorrespiratória e muscular, diminuindo os afastamentos por crises diabéticas e pressão alta.

 

  • Melhoria do clima organizacional: Por ser uma atividade fora da rotina, os exercícios laborais tornam o ambiente mais leve, aproximam o empregado de seus colegas e aumentam a satisfação com a empresa.

 

  • Legislação: A Norma Regulamentadora nº17 (NR-17) trata especificamente sobre a ergonomia no ambiente de trabalho. Ela traz todas as especificações que devem ser seguidas nas atividades diárias e, como a ginástica laboral é pensada para ser funcional, age diretamente nos pontos tratados pela legislação.

 

A ferramenta mais importante de trabalho em uma empresa, é o colaborador saudável.

 

Washington Ribeiro
Ms. Fisiopatologia e Fisiologia – CREF. 0001918 – G/SP

 

qualidade de vida

Dicas de saúde e qualidade de vida

Dicas especiais de saúde para uma melhor qualidade de vida.

HIDRATE-SE

Beba bastante água durante todo o seu dia.
Acordou? Água, tome água antes das refeições, antes e durante o seu trabalho, no carro, antes do banho e também antes de dormir.

Um corpo desidratado fica mais fraco, sentimos mais fome e comemos mais que o necessário, etc.
Compre garrafinhas, deixe uma no quarto, uma no trabalho, uma no carro. Existem aplicativos que lhe ajudam lembrar de beber água.

Se você não gosta experimente colocar frutas, gengibre, cascas de limão, hortelã, etc, na água para deixá-la mais saborosa.

DURMA O NECESSÁRIO

Nem muito nem pouco, um corpo que não descansa é um corpo que não trabalha direito, que economiza calorias diminuindo seu metabolismo, e que aumenta o apetite por alimentos calóricos em busca de energia rápida.

SEJA MAIS ATIVO

O sedentarismo associado a outras patologias são causas de muitos falecimentos do que outros hábitos de risco. Use mais escadas ao invés de elevadores, use escadas comuns ao invés das rolantes, caminhe com seu dog ou vá a um local apropriado para lazer e caminhe um pouco, evite o uso do carro para fazer compras ou atividades próximas, carregue as sacolas no supermercado e se puder frequente uma academia, mais vai mais uma dica muito importante, pesquise se quem for lhe orientar é realmente um profissional credenciando.

Esta não é apenas uma dica, mas um conselho: Pare de seguir blogueiras fitness que se tornaram “famosas” por inúmeros motivos, menos por serem profissionais em saúde. Pessoas leigas que passam “dicas de saúde e qualidade de vida”, além de estarem “exercendo” atividade ilegal da profissão, suas informações são baseadas em modismos, e não levam em consideração sua individualidade psicofisiológica e biológica. E para piorar ainda vem patrocinadores que pagam de diversas formas para que estes blogueiros (as) mostrarem realidades manipuladas pelo mercado que muitas vezes geram danos à saúde dos fãs e seguidores desinformados.

Vá atrás de um profissional relacionado a sua necessidade, sua saúde física e mental agradecerá mais tarde.

COMA BEM

A alimentação também exerce um papel importantíssimo na nossa qualidade de vida. Se você não é acostumado a tomar café da manhã, experimente mudar um pouco a sua rotina. Consumir frutas, castanhas e cereais pela manhã ajudam a ter “menos” fome durante o dia, fazendo você comer menos evitando os quilinhos a mais.

Agora se você quer uma boa dieta balanceada e especifica, consulte um (a) nutricionista que pratique atividades físicas, absorva e ponha em pratica o máximo possível as informações passadas na consulta

E por fim, cuide da sua saúde mental:

Outro ponto muito importante é a nossa saúde mental. O que você anda fazendo para manter a sua mente saudável e livre de problemas desnecessários? Comece pensando no que realmente vale a pena se importar. Depois pense se aquele problema pode ser resolvido por alguma outra pessoa senão você. Livre sua mente dos pensamentos ruins e pessimistas, seja generoso e sinta-se melhor por isso. O bem-estar provoca o aumento de hormônios da satisfação, deixando você cada dia mais feliz e realizado

Ser saudável te leva a ser mais feliz e isso é uma escolha que só você pode fazer.

Lembre-se: Sua saúde é seu maior bem!

Washington Ribeiro
Ms. Fisiopatologia e Fisiologia – CREF. 001918 – G/SP

Sem categoria

Dicas para evitar o aparecimento de varizes

Definições e Causas

Varizes são veias dilatadas e tortuosas com alteração do fluxo sanguíneo no seu interior. Vários fatores contribuem para o seu aparecimento:

  1. Hereditariedade: a tendência familiar é o principal fator para o surgimento das varizes, mas não quer dizer que seja determinante, nem todos numa mesma família terão varizes.
  2. Envelhecimento: diversos estudos populacionais já evidenciaram que a incidência de varizes aumenta com a idade.
  3. Gênero: as mulheres têm uma tendência de duas a três vezes maior de desenvolver varizes.
  4. Hormônios: os hormônios femininos (anticoncepcionais, reposição hormonal e terapias de indução de gravidez) ajudam a enfraquecer a parede das veias contribuindo para o surgimento das varizes ou a piora de varizes já existentes.
  5. Gravidez: além das alterações hormonais que ocorrem na gestação, existe também um aumento do volume sanguíneo e compressão das veias dentro do abdome o que contribui para varizes.
  6. Ocupacional: funções onde as pessoas permaneçam muito tempo de pé ou sentada sem movimentar as pernas predispõem ao aparecimento das varizes.
  7. Outros fatores incluem: obesidade, sedentarismo, tabagismo.

Fonte: https://legcare.com.br/index.php por Dr. Marcelo T. Cunha CRM 106.981

 

Após esta explicação de um médico que conheço e recomendo, Dr. Marcelo T. Cunha, segue aqui meu parecer como profissional da saúde.

Apesar de algumas causas serem pontuais como as citadas acima, digo que as varizes são classificadas como doença crônica, logo não existe cura definitiva. Tratam-se umas, aprecem outras, mas existem tratamentos que podem retirar as existentes, aliviar os sintomas, melhorar a aparência e prevenir suas complicações. Portanto, evitar o que pode potencializar o surgimento ainda é a melhor pedida.

 Confira algumas dicas para evitar o aparecimento de varizes!

  • Mantenha seu peso sob controle.
  • Evite permanecer por longas horas de pé ou sentado.
  • Pratique exercícios físicos, exceto musculação do sobre cargas para os membros inferiores principalmente.
  • A natação, a hidroginástica, passeios de bicicleta e as caminhadas são aconselháveis para estimular a ação da musculatura.
  • Não use sapatos com saltos muito altos como habito diário, se for “inevitável por algum motivo socio cultual”, procure receber massagens com técnicas que auxiliem na recuperação da sobrecarga naturalmente maléfica que os saltos proporcionam.
  • Por fim, como minha formação é em Fisiopatologia, indico a vocês leitores que procurarem profissionais da saúde especializados, na área relacionada a que estamos esclarecendo, nestes casos seriam:

Educador físico: Graduado, com credenciamento no conselho (CREF), e no mínimo com uma pós-graduação.

Médicos: Com especialização em Angiologia, e ou Radiologia Vascular, Cirurgia Vascular e Endovascular, enfim, ser Membro da Sociedade Brasileira da área afim. Mas segue uma dica importante: Pesquise se o médico apresenta qualquer ação junto aos conselhos competentes (CRM, CFM).

Nutricionista: Graduado, com credenciamento (CRN).

Lembre-se: Sua saúde é seu maior bem!

Washington Ribeiro
Ms. Fisiopatologia e Fisiologia – CREF. 0001918 – G/SP

atividade física, saúde

Qual o melhor período para se exercitar?

QUAL O MELHOR PERÍODO PARA SE EXERCITAR?

 Prós e contras dos treinos matutinos e noturnos…

Há explicações científicas para aqueles “hábitos estranhos” das pessoas que acordam cedinho de manhã ou só vão para a cama ao amanhecer. Quando o assunto é exercício físico, esses hábitos têm papel ainda mais importante.

Uma variável crucial é o conhecido popularmente como relógio biológico – a forma como nosso corpo regula hormônios, temperatura corporal, ritmo cardíaco e outras funções essenciais. Tudo influencia o quão alerta ou sonolenta uma pessoa se sentirá em determinados momentos do dia.

Há estudos indicando vantagens e desvantagens da prática de exercício nos diferentes períodos do dia.

Pela manhã: ‘sem desculpas’ 

Atividade física praticada logo cedo também ajuda a estabelecer uma rotina de exercícios mais sólida, simplesmente porque ocorre antes dos compromissos e horários de trabalho da maioria das pessoas. Diversos estudos científicos reforçam a ideia de que a atividade física matinal traz benefícios.

Se você exercitar sua mobilidade, como quando vai de bicicleta (para o trabalho), alguns hormônios e neurotransmissores como as endorfinas, fazem você se sentir melhor, com mais vigor e de bom humor. Dessa forma, a pessoa começa o seu dia melhor pisco-fisiológico.

O lado negativo disso é que, pela manhã, a temperatura do corpo tende a ser mais baixa, o que aumenta o risco de lesões, por isso se alongue e/ou aqueça bem antes de treinar.

Fim do dia:

Na mão oposta, quem prefere praticar esportes mais tarde se beneficia de temperatura corporal e níveis hormonais no auge, o que melhora o desempenho.

O risco de lesões também é menor, já que o corpo responde mais rapidamente por estar desperto por muitas horas. Além disso, para muitas pessoas, o exercício noturno é uma forma de relaxar depois de um dia estressante.

No entanto, deixar a prática de esportes para muito tarde também pode ser perigoso, exercícios, sobretudo os de alta intensidade, não são recomendados depois das 21h ou 22h porque eles podem afetar os padrões de sono, retardando a vontade de dormir. Isso pode causar fadiga e cansaço no dia seguinte.

E se você varia muito o horário para treinar, porque sua agenda é bem concorrida, também não há problema. “A variação constante de horário não prejudica o rendimento no treino”.

Enfim, chega de desculpa!!!

De um jeito ou de outro, existem vantagens e desvantagens.

A verdade é que é possível entrar em boa forma, não importa a escolha do horário tomados os devidos cuidados.

A diferença será adaptar-se à rotina escolhida e jamais inicie suas atividades sem antes saber se o chamado Personal Trainer é de fato formado e está credenciado junto ao Conselho dos Educadores Fiscos – CREF.

 SUA SAÚDE É SEM MAIOR BEM.

 Washington Ribeiro
Ms. Fisiopatologia e Fisiologia – CREF. 0001918 – G/SP

Sem categoria

6 benefícios de treinar em casal

Treinar com sua namorada (o) vai fazer bem não apenas para o seu treino, mas também para o relacionamento.

Casal que treina junto, fica junto”. A frase é bem clichê, mas não deixa de ser verdade: treinar com sua namorada (ou namorado), faz bem não só para o corpo, mas também para o próprio relacionamento.

casal-treinando-600x330

Veja abaixo 6 motivos para treinar em dupla e leve o seu amor para a academia já na sua próxima sessão!

1- Melhora a comunicação

imagem_release_959813
Melhor comunicação entre o casal

Difícil encontrar um casal que nunca tenha discutido em uma situação estressante, trabalho, dinheiro ou filhos, por exemplo. Treinando juntos, vocês terão que praticar a comunicação em momentos de stress com certa frequência – e isso é uma ótima oportunidade para aprender a vocalizar suas emoções e dar opiniões em situações estressantes, sem discutir ou brigar.

Além disso, vocês também vão melhorar a comunicação corporal. Com o tempo, vai ser muito mais fácil entender e captar emoções da(o) parceira(a) sem que ela precise falar nada!

2- Aumenta a motivação

casal-fitness-1
Aumenta a motivação

Você vai ter sempre alguém te apoiando e incentivando a treinar mais e melhor. Alguém para comemorar suas conquistas e também para te cobrar. Alguém para te impedir de ser vencido pela preguiça ou pular uma sessão.

E, quando isso é uma via de mão dupla, a tendência é que os treinos sejam mais produtivos, mais frequentes e mais intensos.

Isso, obviamente, se reflete nos resultados.

3- Fortalece a conexão emocional

casal
Fortalece a conexão emocional

A comunicação não-verbal fortalece a conexão emocional, e isso tem benefícios cientificamente comprovados para um casal.

Por exemplo, levantar pesos no ritmo da parceira, correr na mesma velocidade que ela, ou simplesmente trocar arremessos de bola medicinal.

Essa é uma forma de comunicação que não depende de palavras e que gera benefícios para as duas partes, a começar por aumentar a sensação de conexão com o parceiro – e essa conexão emocional, por sua vez, aumenta o nível de segurança e proximidade do casal.

4- Mais tempo juntos

casal-fitness-4
Mais tempo juntos!

Com tanto trabalho, estudo, compromissos de família, amigos e etc., ver um filminho e passar algumas horas junto com sua namorada é um acontecimento cada vez mais raro, né!?

Que tal usar o treino como um momento para vocês estarem juntos? Treinar em casal é uma ótima chance para aproveitar mais a companhia um do outro!

5- Melhora a performance no treino

casal fitness 5B
Melhor performance no treino

A presença de outra pessoa afeta sua capacidade de realizar uma atividade. Esse é um conceito de psicologia social que data de 1965.

Existe, inclusive, um estudo desde 1983, que mostra que a presença do parceiro pode aumentar a produção de energia e a velocidade – mesmo que você não perceba.

A presença de alguém que você gosta e que te apoia e incentiva quase sempre afetará sua capacidade de fazer uma atividade positivamente.

6- Melhora a vida sexual

casal-fitness-6
Melhora na vida sexual do casal

Treinar junto aumenta não só a intimidade do casal, como também aumenta a libido de ambos e deixa os corpos muito mais bonitos e atraentes.

E aí, você já treina com o seu amor? Se não, está esperando o quê para levá-lo (a) agora para academia? Depois venha nos contar o quanto melhorou o emocional e o físico de vocês dois! 😉

Fonte: Feito de Iridium
Sem categoria

Glúten Engorda Mesmo?

gluten free breads on wood background
Pães “gluten free”

Você sem dúvidas já imaginou qual é o problema do glúten quando vê todos aqueles produtos anunciando que são sem glúten. Muitas pessoas acham que o glúten só é um problema para pessoas com doença celíaca ou outras alergias e reações adversas, mas será que o glúten engorda mesmo e pode ser um problema para qualquer pessoa?

O que é Glúten?

Glúten é uma proteína encontrada na maioria dos produtos com base de trigo. Ele é uma proteína forte que faz o pão crescer e dá elasticidade à massa de pizza. Sabe o pão delicioso e quentinho que vem em uma cesta nos restaurantes? Ele é mais saboroso quando é macio por dentro e tem uma casca crocante, certo? Esse centro macio deve-se ao glúten.

Essas ligações proteicas deixam claro por que pessoas com intolerância a glúten devem ficar longe de produtos com glúten. Essas ligações são difíceis de quebrar durante a digestão.

O Glúten Engorda?

Algumas pessoas, mesmo aquelas que não têm resistência ou alergia a glúten, reagem mal ao glúten quando o comem. Sua reação, entretanto, é um maior desejo de comer, e um desejo de comer mais produtos ricos em glúten, como pães, sobremesas, doces, cereais e massas. E comer muito desses produtos pode te fazer engordar. Esses alimentos são ricos em açúcar e não são exatamente opções pouco calóricas. Calorias demais equivalem a peso extra!

Em muitos casos, provavelmente não é o glúten que faz a pessoa engordar. É o consumo em excesso de alimentos altamente calóricos como pão francês e macarrão. Muitas pessoas simplesmente têm uma reação mental a esses alimentos. Eles comem um pedaço de doce e querem outro. Eles comem uma fatia de pizza e querem pizza no dia seguinte.

Intolerância a Glúten e Ganho de Peso

Por outro lado, se você tem doença celíaca, alergia a glúten ou mesmo uma pequena intolerância a glúten, você pode sofrer alguns dos efeitos colaterais de comer glúten. Você pode sofrer de desequilíbrio da tireoide, metabolismo desacelerado, fadiga e mudanças de níveis de açúcar no sangue, que tendem a fazer com que as pessoas comam. Alguns estudos sugerem que pessoas com intolerância a glúten sentem vontade de comer alimentos ricos em glúten.

A intolerância causa inflamação, o que em retorno faz com que seu corpo produza o hormônio cortisol, conhecido como o hormônio do estresse. Esse hormônio é associado a uma produção maior de gordura abdominal. O cortisol também promove alimentação em excesso, o que explica por que as pessoas comem quando estão estressadas.

Então, o glúten engorda? Talvez não diretamente, mas ele certamente pode começar a reação em cadeia que te faz engordar.

paes-550x330
A maioria dos tipos de cereais e pães que você encontra contêm glúten.

Como Remover Glúten da Sua Dieta

Glúten é basicamente um tipo de proteína que pode ser encontrado no trigo, cevada e centeio. Isso quer dizer que a maioria dos tipos de cereais e pães que você encontra contêm glúten. Se você tem doença celíaca, seu corpo desenvolveu uma intolerância ao glúten. Isso quer dizer que você precisa eliminar o glúten da sua dieta.

Entretanto, especialistas acreditam que evitar glúten pode ser benéfico até para aqueles que não sofrem de doença celíaca. Pesquisas mostraram que muitas pessoas sofrem de alergia a glúten sem desenvolver doença celíaca. Se você sofre constantemente de dor de cabeça crônica, fadiga, estresse, acne e outras condições, há uma chance de que você pode ser alérgico a glúten. Aqui estão algumas formas de remover glúten da sua dieta:

1. Evite Pães e Bolos que Contêm Glúten

Se você quer ter uma dieta sem glúten, você pode ter que fazer mudanças drásticas nos seus hábitos alimentares. Isso porque muitos alimentos que contêm glúten são alimentos que você provavelmente come todos os dias, como o pão. Eliminar o pão da sua dieta pode ser muito difícil, especialmente se você é uma das muitas pessoas que comem torradas no café da manhã, um sanduíche no lanche da tarde e uma carne com um pedaço de pão no jantar. Além do pão, você também terá que remover outros produtos da sua dieta, como biscoitos, tortas, bolos, etc. Macarrão também contém glúten, então você tem que parar de comê-lo.

2. Busque Substitutos Sem Glúten

Remover glúten da sua dieta pode fazer parecer que você está se privando de vários alimentos, mas não precisa ser assim. Cada vez mais pessoas estão tomando a decisão de começar a comer de forma saudável, e as companhias de alimentos estão percebendo. É por isso que agora é fácil encontrar produtos sem glúten que você pode incorporar à sua dieta.

dieta-sem-gluten-630x445Por exemplo, há pães sem glúten que você pode usar como substitutos para o pão normal. Quando estiver usando pão sem glúten, certifique-se de mantê-lo separado de pães que contêm glúten. Por exemplo, pode ser bom ter uma torradeira separada para seu pão sem glúten. Pelo menos, que a torradeira esteja limpa e sem pedaços de pão se ela também for usada para torrar pães que contêm glúten. Também há cereais de café da manhã que são sem glúten. Panquecas, pizzas e macarrão podem ser feitos usando receitas especiais sem glúten.

3. Cuidado com Alimentos que Contêm Glúten Escondido

Pão, macarrão e massas são talvez os alimentos mais conhecidos que contêm glúten, então você os evitaria naturalmente se você quer ter uma dieta sem glúten. Entretanto, há outros alimentos que você pode não achar que contêm glúten, mas eles contêm. Por exemplo, já que molhos de salada e outros molhos ganham consistência com o uso de farinha, eles podem conter traços de glúten. Bebidas achocolatadas, café instantâneo, sopas instantâneas e até frios podem conter glúten. Para ficar seguro, leia os rótulos ou escolha marcas que sejam “sem glúten.”

Fonte: Mundo Boa Forma
Sem categoria

Ginástica laboral: 10 benefícios no ambiente de trabalho

O trabalho contínuo gera diversas consequências físicas e psicológicas ao colaborador. A exigência constante por produtividade e a necessidade por rapidez faz com que o funcionário se empenhe em ser um bom profissional, se esquecendo de cuidar da saúde física e mental.

Para manter um bom ambiente de trabalho e reduzir o número de afastamentos por problemas de saúde, as empresas têm proporcionado momentos de relaxamento e atividades físicas aos colaboradores através da Ginástica Laboral.

Trata-se de uma série de exercícios praticados no local de trabalho, com o objetivo de proporcionar boas condições físicas e mentais à equipe. Normalmente, a ginástica laboral é baseada em técnicas de alongamento, respiração, reeducação postural, percepção corporal, compensação dos músculos além de dinâmicas de trabalho em equipe e atividades lúdicas.

São tantos benefícios, para o colaborador e para a empresa, que citamos baixo os 10 principais para você conhecer melhor sobre o assunto.

 

10 Benefícios da ginástica laboral no ambiente de trabalho:

1. Prevenção de Doenças Ocupacionais

O excesso de trabalho, a postura inadequada e repetições constantes do mesmo movimento acarretam patologias como as Lesões de Esforço Repetitivo (LER) e os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT). A rotina de atividades físicas e alongamentos proporcionados pela ginástica laboral, previnem a ocorrência de doenças relacionadas à rotina de trabalho.

doença laboral
Ginástica Laboral: prevenção de doenças ocupacionais

2. Redução do Sedentarismo

Por se tratar de uma série de atividades que envolvem todo o corpo, a ginástica laboral proporciona a redução do sedentarismo. Além dele, é possível diminuir o estresse, depressão e a ansiedade causados pela rotina de trabalho e a necessidade de produtividade.

sedentarismo
Ginástica Laboral: redução do sedentarismo

3. Melhora o Condicionamento Físico

Apesar de serem exercícios simples, a série é voltada para o alongamento do corpo, respiração e compensação muscular, de acordo com a atividade desenvolvida na empresa. A ginástica laboral melhora a flexibilidade, força, coordenação, ritmo, agilidade e resistência, promovendo uma maior mobilidade e restabelecimento da postura. Além disso, proporciona disposição e bem estar para a jornada de trabalho.

condicionamento
Ginástica Laboral: melhora no condicionamento físico

4. Reduz a Fadiga

A melhora do condicionamento físico traz como consequência a redução da fadiga e cansaço no final do expediente. As pausas ocorridas ao longo de um dia de trabalho também reduzem a fadiga visual gerada pelo uso constante de computadores e a fadiga mental.

fadiga
Ginástica Laboral: redução da fadiga visual e emocional

5. Combate Tensões

O alongamento e o fortalecimento dos músculos proporcionam alívio para as tensões geradas no ambiente de trabalho. O comprometimento com o serviço prestado e a cobrança por resultados satisfatórios fazem com que o empregado se sinta mais responsável e sobrecarregado. A ginástica laboral atua no alívio das dores musculares e proporciona um ambiente descontraído, desfazendo situações de estresse entre a equipe.

tensao
Ginástica Laboral: alívio para as tensões geradas o trabalho

6. Melhora a Autoestima

Os exercícios proporcionam benefícios psicológicos como a melhoria da autoestima e autoimagem. A prática de atividades físicas, mesmo que somente no ambiente de trabalho, e a constatação dos seus resultados positivos interferem, diretamente, na manutenção da saúde e qualidade de vida.

auto estima
Ginástica Laboral: melhoria na autoestima

7. Aumento da Produtividade

As pausas realizadas ao longo da jornada diária de trabalho proporcionam bem-estar e aumentam o foco do trabalhador. A partir destes benefícios, o funcionário se sente mais concentrado para desenvolver as atividades e comprometido com a produtividade.

produtividade
Ginástica Laboral: aumento da produtividade

8. Diminuição dos Afastamentos

O bom ambiente de trabalho e o aumento da atenção proporcionados através da ginástica laboral, reduzem o número de acidentes e afastamentos por problemas de saúde. A manutenção das pausas e dos exercícios físicos garante um menor custo ao empregador que não terá que arcar com os tributos financeiros gerados por acidentes ou afastamentos médicos.

acidente tr
Ginástica Laboral: mais atenção e menos acidentes de trabalho

9. Benefícios Fisiológicos

A ginástica laboral também é responsável por benefícios fisiológicos relacionados ao sistema cardíaco, respiratório e esquelético. Devido à baixa intensidade, a prática da ginástica não possui contraindicações e pode ser desenvolvida por qualquer pessoa.

laboral
Ginástica Laboral: desenvolvida para todas as pessoas

10. Melhora do relacionamento interpessoal

Com os exercícios, dinâmicas ou atividades lúdicas, a Ginástica Laboral melhora a conexão entre as pessoas que convivem em um mesmo ambiente de trabalho. Isso gera em uma melhor comunicação pessoal, novas oportunidades no trabalho, desenvolvimento de  liderança, networking, melhor trabalho em equipe ou até o aprimoramento no marketing pessoal.

relacionamento
Ginástica Laboral: melhor relacionamento interpessoal no trabalho

 

Você é gestor e quer implantar esse benefício na sua empresa?
Você é colaborador e quer ter esse benefício na empresa onde trabalha?

Entre já em contato com a gente que enviaremos um orçamento!

 

Fonte: própria e consulta ao blog INBEP; fotos acervo Google.