saúde

Câncer de Próstata: Onde tem informação não sobra espaço para o medo.

O mês da luta contra o câncer de próstata começou e o Via Saúde está pronto para erguer mais uma vez a bandeira da conscientização e do cuidado pelo bem-estar da saúde do homem.

Durante o Novembro Azul da Via Varejo, a cada semana abordaremos um assunto de interesse sobre tudo o que diz respeito a essa doença, incluindo rastreamento, diagnóstico, prevenção e tratamento.

Embora esse assunto seja diretamente ligado ao universo masculino, toda a sociedade deve abraçar essa causa, pois todos podemos apoiar, nos mobilizar e ajudar a divulgar a informação.

Para enfrentar, é preciso conhecer.

A próstata é uma glândula existente exclusivamente no homem, que se localiza na parte inferior da região do abdômen, logo abaixo da bexiga. Ela é responsável pela produção de parte do sêmen e dos espermatozoides, tendo uma função-chave para a reprodução humana.

Assim como outros tipos de carcinoma, o câncer de próstata ocorre com o desenvolvimento e a multiplicação anormal das células desse órgão.

O câncer costuma ser uma doença silenciosa, por isso, é muito importante estar atento. O câncer de próstata é o câncer mais comum entre os homens. A maioria dos casos ocorre a partir dos 65 anos; contudo, outros fatores, como histórico familiar, raça e hábitos de vida – como você verá em detalhe ao longo de nossas matérias –, também devem ser observados. O cuidado regular da saúde e a orientação médica são os maiores aliados do homem.

Afinal, do que se trata o rastreamento do câncer de próstata?

A partir dos 50 anos, ou 45 anos para aqueles que tenham caso da doença na família, os homens devem consultar o urologista para avaliar a saúde e realizar os primeiros exames preventivos.

O câncer em sua fase inicial é imperceptível. Não provoca sintomas, não causa dor. Para que a doença não seja detectada apenas no estágio avançado, o que dificulta o tratamento e coloca em risco a vida do paciente, é que existe o rastreamento.

O rastreamento do câncer de próstata engloba uma série de avaliações, indicando que algum tipo de anomalia está acontecendo na próstata. O PSA do sangue alterado pode indicar:

• Infecção da próstata – prostatite

• Hiperplasia benigna – aumento do tamanho da próstata

• Tumor maligno

• Outras condições menos comuns

O exame de PSA é um teste de sangue simples. Ele serve de apoio para a detecção de qualquer anomalia, incluindo o câncer. Contudo, ao fazer o teste, é preciso ter a consciência de que um resultado alterado não significa que o homem corre risco. Ele é um teste de apoio, que pode ajudar no diagnóstico precoce. Sua indicação deve ser avaliada pelo médico.

Toque retal

O exame de toque é muito importante para avaliar se existe qualquer anomalia na próstata e identificar quaisquer sinais de câncer. É um exame rápido, seguro e simples.

Ao detectar qualquer tipo de anomalia, seja no exame físico ou laboratorial, o paciente será encaminhado para outros exames mais detalhados.

O câncer de próstata é um assunto que deve ser tratado de forma séria, tranquila e confiante. A informação e a consciência do seu próprio corpo ajudam muito no cuidado com o seu bem-estar físico e emocional.

Faça consultas regulares para acompanhar a sua saúde e sempre busque um profissional capacitado para realizar uma avaliação individualizada.

O Novembro Azul Via Varejo está apenas começando. Na próxima matéria, traremos um conteúdo muito interessante sobre diagnóstico do câncer de próstata. Esperamos por você e lembre-se: compartilhar informação também faz bem para a saúde!

ginástica laboral

Quem deve praticar Ginástica Laboral?

A ginástica laboral é recomendada para aqueles indivíduos que, por exemplo, trabalham com:

  • Atividades que acarretam postura inadequada
  • Atividades que exigem esforço físico
  • Atividades que exigem esforço mental
  • Atividades com movimentos repetitivos
  • Atividades que exigem a movimentação e manipulação de cargas
  • Atividades com pouca movimentação/monótonas

A má postura associada a esforços físicos e musculares podem apresentar sérias consequências para a segurança e saúde dos trabalhadores.

Podem aparecer inflamações nas articulações, tendinites, dores musculares e diversas outras lesões osteomusculares.

A movimentação e a manipulação de cargas (deslocamento, transporte, levantamento), são atividades que ocasionam diversos problemas de coluna.

Cerca de 3 milhões de pessoas no Brasil já tiveram LER (Lesões por Esforços Repetitivos) e DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho) – IBGE, 2014. Mais de 20 milhões de pessoas possuem problemas crônicos na coluna – Pesquisa Nacional de Saúde. A ginástica laboral pode evitar os problemas supracitados, além de reduzir o estresse no ambiente de trabalho.

A importância da ginástica laboral no ambiente de trabalho

A prática vem para proporcionar muito mais que apenas um momento de relaxamento aos funcionários. 

A ginástica laboral é uma das grandes aliadas no combate à má postura corporal e a fadiga originada por esforços excessivos ou repetitivos no ambiente de trabalho.

O trabalho ininterrupto gera diversas consequências físicas ao empregado. Assim, para manter um bom ambiente de trabalho e reduzir o número de afastamento por problemas de saúde, as empresas podem proporcionar momentos de relaxamento e atividade físicas aos funcionários, através da Ginástica Laboral. Trata-se de uma série de exercícios praticados no local de trabalho, com o objetivo de proporcionar boas condições físicas e mentais à equipe.

O simples ato de participar das atividades propostas pela ginástica laboral diminuem drasticamente as chances de desenvolver as doenças mais comuns em ambientes de trabalho que são a LER (lesão por esforço repetitivo) e a DORT (distúrbio osteomuscular relacionado ao trabalho).

 

Washington Ribeiro
Ms. Fisiopatologia e Fisiologia – CREF. 0001918 – G/SP